Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Mais sobre mim

foto do autor



calendário

Novembro 2012

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Visitas ImPerfeitas

Site Meter



Greve e Violência #2

por Menina ImPerfeita, Quinta-feira, 15.11.12

Encontrei uma crónica escrita por Henrique Monteiro para o Expresso sobre o que se passou ontem em frente à Assembleia da República. Acho que vale a pena ler. Transcrevo-a aqui na totalidade.

 

"

Há coisas do arco-da-velha. Uma delas é acreditar que um polícia, depois de hora e meia a levar pedradas, tem discernimento para, durante uma carga, saber quem prevaricou e não prevaricou.

Vamos a factos. Vários energúmenos (que nada tinham a ver com o espírito da manifestação, e já depois de esta ter acabado) começaram a apedrejar polícias em frente ao Parlamento. Vários manifestantes (entre os quais Daniel Oliveira, segundo o próprio relata na sua crónica) pediram insistentemente para não o fazerem, no que não tiveram sucesso e abandonaram o local. Um dirigente do PCP, que se encontrava a dar uma entrevista a uma televisão, condenou o sucedido e disse que ia retirar-se imediatamente daquele sítio, o que fez. Mais de uma hora depois, as pedradas continuavam. Alguns populares (ligados, presumo, à manifestação da CGTP) colocaram-se em frente da polícia tentando demover os delinquentes. De nada serviu, a chuva de pedras continuou. A polícia fez um aviso: retirem-se da praça que vamos carregar. Dois minutos depois repetiu o aviso. Cinco minutos depois, carregou. Quem ainda estava na praça sabia o que ia acontecer.

Bateram em pessoas que jamais tinham atirado uma pedra? É possível. O que não é possível é ser de outra maneira; o que não é possível é durante uma carga, um polícia que esteve sob uma tensão enorme durante horas, indagar e interrogar-se sobre a justeza da sua ação. Isso é lírico.

A polícia cumpriu todas as normas. Mas porque não foi ao meio da manifestação buscar os apedrejadores? Bem, porque era arriscado. E porque as cargas têm de ter aviso, pelo menos nos países democráticos e civilizados.

E, já agora, uma nota final para os ignorantes que comparam estas cargas às que existiam antes do 25 de Abril. Estive em várias e era assim. Um estudante (lembro-me de José Luís Saldanha Sanches, por exemplo) saltava para a escadaria da Faculdade de Direito e discursava contra a guerra colonial. De repente, de trás da reitoria, saía a polícia de choque do célebre capitão Maltez. Às vezes traziam cavalos, mas a maioria das vezes cães. Batiam em quem podiam, sem que nada fosse arremessado contra eles. Sem avisos, sem jornalistas que pudessem presenciar. Acham que há comparação? Não brinquem com coisas sérias!

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 12:30

Erro #2 Coldplay

por Menina ImPerfeita, Quinta-feira, 15.11.12

Eu já alertei para o erro, mas a sério os Coldplay vão mesmo pôr à venda isto assim? Quem faz estes menus? Verificar a ortografia deveria ser algo suposto ser feito, nem deveria ser lembrado.


SEM COMENTÁRIOS!

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 11:54

Greve e Violência

por Menina ImPerfeita, Quinta-feira, 15.11.12

Bom dia outra vez :)

 

Tal como toda a gente, fiquei parva, chocada com a cena triste que se passou ontem em frente à assembleia da república. Para quem não sabe o que se passou, então veja o vídeo primeiro.O link fica aqui .

 

É preciso referir que os policiais tiveram que aguentar as provocações dos manifestantes, aguentando as pedras da calçada que eram atiradas, entre outros objetos.

 

Também é preciso referir, pelo que ouvi nas notícias, que ao que parece era manifestantes extremistas.

 

Extremistas ou não, a violência não leva a lado nenhum. Aliás só piora a greve feita pelas pessoas que a fizeram. Esta triste situação só leva as outras pessoas a pensarem que este comportamente era de todos os manifestantes (pacíficos), quando não era o caso. Todos criticam a polícia, mas desta vez a culpa é vossa (leia-se manifestantes que provocaram a violência). Perderam a razão. Querem fazer greve que a façam, de forma a não intimidar as pessoas que também têm o direito de escolher não fazer greve e de forma a não gerarem violência.

 

Lembrem-se que os polícias também são humanos e de certeza que não concordam com muitas das decisões do governo, mas para ganharem o salário, tal como qualquer empregado, têm que trabalhar. Um desses trabalhos inclui proteger políticos, é a função deles (acredito que não seja a preferida).

 

Mas lembrem-se que violência gera violência. Só vos ficava bem (leia-se manifestantes que provocaram a violência) admitirem a vossa quota de culpa.

 

 

A greve é um direito vosso, mas a violência é um crime (lembrem-se disso!).

 

 

xoxo

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 10:33

Para o P. :)

por Menina ImPerfeita, Quinta-feira, 15.11.12

Hoje é o dia dos miminhos :P

 

Este é para o P. (Celui-ci est pour toi, j'espère que tu aimes).

 

(Vídeo retirado fo youtube)
Ain't no mountain high enough
Ain't no valley low enough
Ain't no river wide enough
To keep me from you
bisous

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 10:24

Dedicatória para os meus leitores :)

por Menina ImPerfeita, Quinta-feira, 15.11.12

Bom dia :)

 

Hoje dei-me conta de que ainda não vos dediquei uma música, só para vos fazer simplesmente um miminho. Mas hoje vai ser diferente. Vou-vos dedicar este vídeo dos Muse de um concerto ao vivo (Wembley em 2010). Espero que gostem tanto como eu. A energia deles em palco é algo de indescritível. :)

 

(vídeo retirado do youtube)
No one's gonna take me alive
The time has come to make things right
You and I must fight for our rights
You and I must fight to survive

xoxo

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 10:17

As fotos/vídeos são, na sua maioria, retirados da net. Caso esteja a utilizar alguma imagem ou vídeo , de forma indevida, peço que me contactem através deste mail (somosterriveis@sapo.pt) e será logo retirado. As minhas fotos estão identificadas. Está proibida a sua cópia sem o meu consentimento prévio. Os textos são todos da minha autoria, logo a sua reprodução está expressamente proibida, sem a minha permissão prévia. Cito textos de autores, os quais estão devidamente identificados. Contudo, caso os autores dos textos citados se sintam lesados por algum motivo, peço que me contactem através do mail (somosterriveis@sapo.pt) e eles serão retirados de imediato.


Comentários recentes

  • omeumaiorsonho

    ??????????

  • *Nightwish*

    Não sou grande fã da Pandora, confesso. Mas há uma...

  • *Nightwish*

    Ainda só li os dois primeiros do Robert Langdon do...

  • *Nightwish*

    Força miúda!! Voltei de propósito para te mandar f...

  • zootpum

    Bom ano!Os anos de transição são duros mas são ao ...





subscrever feeds