Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Mais sobre mim

foto do autor



calendário

Novembro 2012

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Visitas ImPerfeitas

Site Meter



"A Sombra do Vento" por Carlos Ruiz Zafón

por Menina ImPerfeita, Terça-feira, 27.11.12

A minha opinião: recomendo este livro a quem deseja ler um livro emocinante e que o prenda até à última página.

 

"Alguém disse uma vez que no momento em que paramos a pensar se gostamos de alguém, já deixamos de gostar dessa pessia para sempre..." (pág. 189)

 

"-Provavelmente porque um estranho nos vê como somos, e não como quer acreditar que somos.

-Isso também é do teu amigo Carax?

-Não, isto acabo eu de inventar para te impressionar.

-E como vês tu a mim?

-Como um mistério.

-Esse é o elogio mais estranho que alguma vez me fizeram.

- Não é um elogio. É uma ameaça.

- Porquê?

-Os mistérios é preciso resolvê-los, averiguar o que escondem.

- Se calhar decepcionas-te ao ver o que há lá dentro.

- Se calhar surpreendo-me. E tu também." (pág. 190)

 

"-Olhe, tudo isso são caganifâncias. O casamento e a família não são mais do que aquilo que fazemos deles. Sem isso, não são mais do que uma caterva de hipocrisias. Ninharias e palavreado. Mas se há amor de verdade, do qual nunca se fala nem se apregoa aos quatro ventos, do que se nota e se demonstra..." (pág. 200)

 

"Há poucas razões para dizer a verdade, mas para mentir o número é infinito." (pág. 210)

 

"-Bom, às vezes estas egrégias instituições oferecem uma ou duas bolsas de estudo para os filhos do jardineiro ou de um engraxador para assim mostrarem a sua grandeza de espírito e caridade cristã - expôs Fermín. - A maneira mais eficaz de tornar os pobres inofensivos é ensiná-los a quererem imitar os ricos. É esse o veneno com que o capitalismo cega..." (pág. 213)

 

"O homem mais sábio que alguma vez conheci, Fermín Romero de Torres, tinha-me explicado numa ocasião que não existia na vida experiência comparável com a da primeira vez que se despe uma mulher. Sábio como era, não me tinha mentido, mas tão-pouco me contara toda a verdade. Nada me tinha dito daquele estranho tremelique das mãos que convertia cada botão, cada fecho éclair, em tarefa de titãs." (pág. 257)

 

"Devolveu-me um sorriso quebrado, de medo e de solidão. Vi-me então a mim mesmo através dos seus olhos; apenas um rapaz transparente que tinha conquistado o mundo numa hora e que não sabia que o podia perder num minuto." (pág. 259)

 

"De todas as coisas que o Júlian escreveu, aquela que sempre senti mais próxima é que enquanto nos recordam, continuamos vivos. Como tantas vezes me sucedeu com o Júlian, anos antes de me encontrar com ele, sinto que te conheço e que, se posso confiar em alguém, é em ti. Lembra-te de mim, Daniel, mesmo que seja num canto e às escondidas. Não me deixes ir." (págs. 462-463)

 

"Para o meu amigo Daniel, que me devolveu a voz e a caneta. E para Beatriz, que nos devolveu a ambos a vida."(pág. 506)

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 18:33

As fotos/vídeos são, na sua maioria, retirados da net. Caso esteja a utilizar alguma imagem ou vídeo , de forma indevida, peço que me contactem através deste mail (somosterriveis@sapo.pt) e será logo retirado. As minhas fotos estão identificadas. Está proibida a sua cópia sem o meu consentimento prévio. Os textos são todos da minha autoria, logo a sua reprodução está expressamente proibida, sem a minha permissão prévia. Cito textos de autores, os quais estão devidamente identificados. Contudo, caso os autores dos textos citados se sintam lesados por algum motivo, peço que me contactem através do mail (somosterriveis@sapo.pt) e eles serão retirados de imediato.

2 comentários

De Madox a 30.11.2012 às 22:04

É o único livro que tenho ali na parteleira e ainda não li, apesar de já ter ouvido falar muito bem dele loool Não sei porquê, mas ainda não me inclinei muito para ele, vamos a ver :D

De Menina ImPerfeita a 01.12.2012 às 00:50

Tens que lhe dar uma oportunidade. o início pode ser um pouco "secante" vá, mas isso passa logo assim que os mistérios aparecem na história. não vais querer parar :)

Comentar post



Comentários recentes

  • omeumaiorsonho

    ??????????

  • *Nightwish*

    Não sou grande fã da Pandora, confesso. Mas há uma...

  • *Nightwish*

    Ainda só li os dois primeiros do Robert Langdon do...

  • *Nightwish*

    Força miúda!! Voltei de propósito para te mandar f...

  • zootpum

    Bom ano!Os anos de transição são duros mas são ao ...