Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Mais sobre mim

foto do autor



calendário

Agosto 2016

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Visitas ImPerfeitas

Site Meter



Saw it and Loved it - 7 Pecados Rurais

por Menina ImPerfeita, Segunda-feira, 16.12.13

Bom dia :)

 

A semana passada tive a oportunidade de ir ver ao cinema este filme português com dois famosos comediantes, o Quim Roscas e o Zé Estacionâncio. Ambos ficaram sobretudo famosos com o programa "Telerural" onde informavam os acontecimentos ocorridos na terra Curral de Moinas. Apesar de estar convencida que o enredo tinha sido escrito por estes dois comediantes, não foi. Foi escrito pelo Henrique Cardoso Dias e Frederico Pombares (fonte: IMDb) e realizado por Nicolau Breyner.

 

Resumo do filme:

 

O Quim e o Zé anseiam pela visita das duas primas de Lisboa à famosa aldeia de Curral de Moinas. Só que na ida para ir buscá-las, têm um acidente e um encontro com Deus. Ele propõe um acordo: até às 3h da manhã não podem cometer nenhum pecado. Mas com a vinda das duas primas, que encarmas as tentações. Será que eles vão conseguir superar esta dura prova? Não digo, vejam o filme :P

 

Por que é que eu amei o filme?

 

Pelos grandes momentos de riso que me proporcionou. O trailer não faz justiça ao humor que este filme contem. Basicamente não conseguem parar de rir durante o filme todo. Para isso contribuem as primas de Lisboas, a personagem da Patrícia Tavares que, para mim chega a rivalizar o protagonismo com o Quim e o Zé. Ela, neste filme, está simplesmente genial.Melhor que a performance de Patrícia Tavares, só mesmo o final que está genial.

 

Sugestão de companhia:

 

Alguém que precise de rir muito (vai resultar, trust me ;) ).

 

Aqui fica o trailer (para quem ainda não o viu):

  (link youtube)

 

Quem já viu, diga de sua justiça nos espaços habituais ;)

 

xoxo

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 09:43

Saw it and Loved it- Pitch Perfect

por Menina ImPerfeita, Sexta-feira, 19.04.13

Olá a todos mais uma vez :)

 

Esta crónica é sobre um filme diferente daqueles que costumam figurar aqui nesta crónica, é uma comédia musical de qualidade. Ao contrário de muitas comédias musicais que não têm um pingo de piada, esta tem, como podem ver pelo próprio título. É uma comédia com os momentos certos de humor, sem o romance fácil entre os protagonistas, nem as piadas habituais deste género de comédias. Agora, cheia de conversa fiada e vamos ao filme propriamente dito...

 

Resumo do filme:

Beca, a protagonista, entra para um grupo de acapela (Belas) no seu ano de caloira. Mas nem tudo é um mar de rosas para ela. Para além de terem de enfrentar a rivalidade do grupo Troublemaker, Beca também se defrontará com as regras pouco actuais do grupo acapela. Quem vencerá no final? A inovação ou a tradição? As Belas ou os Troublemakers?

 

Porque é que eu amei o filme?

Por duas razões: pelas personagens e pelas músicas.As personagens femininas acabam por serem estereótipos de muitas pessoas que se cruzam na nossa vida, contudo não roçam o ridículo, nem o exagerado. As minhas preferidas são a Fat Amy e a Becas. A Fat Amy pelas suas piadas e pelas suas cenas e a Becas pela sua voz. A canção de "cups" é simplesmente fabulosa. Aliás, a banda sonora é simplesmente fabulosa. Fizeram uns covers fantásticos às música utilizadas.

 

Sugestão de companhia:

Uma pessoa que esteja disposta a dar umas belas gargalhadas e a disposta uma nova versão de algumas músicas.

 

Avaliação do IMDb: 7.2/10

 

Espero que gostem do filme :)
Quem já viu, pode deixar a sua opinião ou no comentário do post ou no facebook ou no twitter ;)
xoxo

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 21:03

Saw it and Loved it- Tropa de Elite

por Menina ImPerfeita, Sexta-feira, 05.04.13

Olá meus amores :)

 

As crónicas do Saw it and ? voltaram, após a ausência do mês de Março. Enquanto o P. esteve cá, e como amantes de cinema nós somos, vimos alguns filmes. Ele ficou chocado por eu ainda não ter visto a trilogia (boa, na sua opinião) da Guerra das Estrelas. Basicamente, ele escolheu a maior parte dos filmes que nós vimos (e só posso dizer que ainda bem!). O filme de que vos vou falar é o Tropa de Elite (um filme brasileiro). Este filme é um filme de acção com algumas cenas de violência, o nível de violência. O contexto é a situação das favelas relacionada com a corrupção da polícia militar, como também com a relação de uma polícia especializada (BOPE).

 

Resumo do filme:

Caio Nascimento (capitão do BOPE) para restaurar a ordem familiar, precisa de encontrar um substituto para o seu lugar, isto tudo antes da visita do Papa João Paulo II e enquanto lida com os criminosos da favela do Rio de Janeiro.

 

Porque é que eu amei o filme?

A montagem do filme prende o espectador até ao último segundo. O teleespectador não consegue desviar os olhos do écrã, visto o filme ser tão emocionante. O que o espectador vê sobre as favelas (são baseados em depoiementos reais), o que acaba por assustar um pouco. Contudo este filme não é só fantástico por causa disso. A voz-off do Wagner Moura (interpreta o Caio Nascimento) e a forma como como apresenta os dois lados da questão (e os pontos fracos, as ilusões conectadas em ambos) é excitante.Até a própria banda sonora está perfeita, as letras das músicas explicam os sentimentos dos dois lados, dos favelados e dos polícias não corruptos. Por causa deste filme, até fiquei viciada na banda sonora. Este filme marcou-me e acho que o vou rever brevemente. É um filme que têm de ver!

 

Sugestões de companhia:

Uma pessoa que adore filmes de acção. Uma boa sugestão para o domingo à tarde ;)

 

Avaliação do IMDb: 8.0/10

 

Curiosidade sobre o filme: O filme era suposto centrar-se nos dois candidatos ao lugar de Caio Nascimento. Contudo depois do realizador ver o filme e dar-se conta do carisma do acto Wagner Moura, decidiu reformular o filme focando-se na sua personagem (Caio Nascimento que a princípio só seria uma personagem secundária). A voz-off que ouvem no filme só foi gravada depois. (fonte)

 

 

 

Espero que vejam o filme e que gostem tanto quanto eu :)

Quem já viu, gostou, nem por isso ou odiou?

Opine nos comentários do post, ou no facebook do blog ou no twitter :)

 

Estou à vossa espera ;)

 

xoxo

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 19:27

Saw it and neither hated it, nor loved it - Skyfall

por Menina ImPerfeita, Domingo, 10.02.13

Bom noite a todos :)

 

O Skyfall é o filme que comemora o 50º aniversário da existência de James Bond no cinema. Daniel Craig como James Bond não assumiu o papel, sem antes de estar envolto em dúvidas se seria capaz de protagonizar com tanto talento como os seus antecessores. A era James Bond, protagonizado por Daniel Craig, começou com Casino Royal, sucedeu o (decepcionante) Quantum of Solace para terminar (por agora) com o Skyfall.

 

Não acho Skyfall nada de extraordinário, mas também não posso afirmar que esteja ao mesmo nível de Quantum of Solace, não está.

Skyfall entretem, mas não tem a chama ou não cativa tanto como cativou o Casino Royal. Como diria o P. "é normal, nada como o Casino Royal", ao que eu acrescento, muito dificilmente, na era Daniel Craig, como James Bond, conseguirá fazer um filme em que obtenha tanto sucesso como Casino Royal.

 

Agora, vamos lá ao que interessa...

 

Resumo da história:

James Bond vê-se envolvido numa aventura perigosa e recheada de perigos provocados por um inimigo do passado de M.

 

Porque é que é um "nim"?

É um "nim" porque as histórias do James Bond são quase todas a mesma coisa. As únicas coisas que mudam são o actor que interpreta o James Bond, o inimigo dele e Bond Girl. De resto, não encontro nenhum aspeto menos positivo. As interpretações do elenco estão dentro do esperado. Aliás é de salientar a maldade de Javier Bardem que está algo de interessante (e não falo só da forma como diz as falas, mas também a forma como se comporta, a intensidade do olhar).

Neste filme, a M. aparece mais e não desilude (está magnífica, como sempre). Q. (o actor que faz desta personagem) acaba por protagonizar momentos, um pouco, cómicos.

Os cenários têm vistas, como aliás já fomos habituados, sumptosas. Uma curiosidade apenas: Skyfall, ao contrário das outras histórias de James Bond, não foi um título atribuído por Ian Flemming (o criador de James Bond).


Sugestão de companhia:

Alguém que seja fã dos filmes de Bond, acho que só assim vale a pena ver o filme.

 

Citações:

 

 

 

Avaliação do IMDb: 8.0/10

 

Espero que tenham gostado da rubrica :)

Já sabem utilizem o espaço dos comentários para dizerem de vossa justiça.

Vocês gostaram do filme ou nem por isso?

xoxo

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 21:30

Saw it and loved it- Django Unchained

por Menina ImPerfeita, Sexta-feira, 01.02.13

Olá a todos :)

 

Adoro os poucos filmes que vi de Quentin Tarantino, contudo não conheço muito sobre o seu trabalho. Já vi o Pulp Fiction, Inglourious Basterds, Sin City (no qual participou como realizador convidado) e claro Kill Bill (vol. 1 e 2). Adorei a todos, não consigo escolher um que goste mais. Os diálogos, a montagem, a violência e o argumento são características dos filmes dele que fazem com que sejam geniais e prendam o público ao écrã. É impossível não gostar. O último filme que vi dele foi Django Unchained. Como poderam ver pelo título, simplesmente adorei o filme. Para mim está tudo perfeito. Aliás vou mais longe ao pensar que este ano a competição dos Óscares vai ser muito renhida.

 

Resumo da história:

 

Um dentista/caçador de recompensas alemão (interpretado por  Christoph Waltz) com a ajuda de um ex-escravo (Jamie Foxx) juntam-se para capturar bandidos procurados. Contudo, tudo muda quando o dentista/caçador de recompensas alemão conhece a história de Django e decide ajudá-lo a procurar a sua esposa desaparecida, também ela escrava. Isto tudo seria uma história normal, caso não se passasse no Estados Unidos, dois anos antes do início da Guerra Civil.  

 

Porque é que eu amei?

 

Amei este filme pelo elenco de actores, pela história escrita pelo próprio Quentin Tarantino, pela montagem do filme, pelo suspense. O filme mostra as diferenças de tratamento entre o Norte e o Sul, naquela época, quanto ao preconceito do racismo. Demonstra a importância do dinheiro e a violência que os escravos eram submetidos naquela altura. Muitos criticam Tarantino pelo excesso de violência ou pelo uso excessivo da palavra "nigger" (que é ofensivo chamar essa palavra a uma pessoa de raça negra,nos EUA). Mas já pararam para reflectir que naquela época a violência que eles sofriam era, possivelmente, mil vezes pior? Não achei a violência excessiva, contudo impressiona. Houve cenas que tive de desviar o olhar porque não conseguia assistir a essa cena, em particular. Quanto aos actores, tenho a dizer que acho uma enorme injustiça Leonardo DiCaprio não estar nomeado para Melhor Actor Secundário, tal como está o seu colega de elenco, Christoph Waltz. Jamie Foxx também fez um bom trabalho, mas na minha opinião não está ao nível dos seus dois colegas de elenco. Samuel L. Jackson está como sempre fantástico, não lhe consigo apontar uma falha (mas sou suspeita, adoro a sua forma de interpretar os papéis em cada filme que entra).
Também gostei da música e como ela estava inserida nos momentos cruciais do filme.

Sugestão de companhia:

 

Sem dúvida com um fã dos filmes de Tarantino. Este filme merece ser apreciado pela sua qualidade, polémicas à parte.

 

Vale o menu pipocas+bebida?

 

Vale o menu completo. é um daqueles filmes que compensa ir ver ao cinema e que vale cada cêntimo do preço de cinema ;)

 

Citações:

 

 

 

Prémios ganhos na gala dos Globos de Ouro:

1. Melhor Actor Secundário- Cristoph Waltz

2. Melhor Argumento- Quentin Tarantino

 

Nomeações para os Óscares:

1. Melhor Filme

2. Melhor Actor Secundário- Cristoph Waltz

3. Melhor Fotografia

4. Melhor Montagem de Som

5. Melhor Argumento Original- Quentin Tarantino

 

Avaliação no IMDb: 8.7/10

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 15:17

Saw it and Loved it - Zero Dark Thirty a.k.a. 00:30 A Hora Negra

por Menina ImPerfeita, Domingo, 27.01.13

Boa noite a todos :)

 

Zero Dark Thirty ou 00:30 a hora negra (título português dado ao filme) realizado por uma dupla de sucesso: Kathryn Bigelow (a primeira mulher a ganhar um Óscar como melhora realizadora com o filme Estado de Guerra) e o produtor Mark Boal (que trabalhou com ela no filme Estado de Guerra). Este filme esteve quase para não ser realizado, ou pelo menos a história esteve para ser outra completamente diferente.

Porquê, perguntam vocês? Muito simples, esta dupla de sucesso esteve quase para fazer um documentário sobre o insucesso da captura de Osama Bin Laden, algo que deixou de ser viável após a captura e morte do mesmo por um grupo de seis soldados da SEAL. Para que este filme fosse verosímil, foram entrevistados várias pessoas ligadas aos serviços secretos, nomeadamente à CIA. Claro que este tipo de informações foi criticado, após a estreia do filme. Muitas vozes se questionaram se esta dupla teve acesso a documentos considerados confidenciais, quando questionaram os agentes da CIA (supostamente envolvidos nesta missão). Aliás não foi o único aspecto criticado do filme.O director da CIA também criticou a forma escolhida para explicar como se desenvolveu o processo de captura do terrorista Osama Bin Laden. Muito do que foi contado no filme acabou por ser refutado pelo director da CIA já que ele afirma que não foi à base dos interrogatórios que se conseguiu as informações para a captura do terrorista.

Com toda esta polémica em volta do filme e ainda antes da estreia do filme, como era possível não haver uma curiosidade natural para ver o filme e assistir, ainda que na ficção, à captura do maior terrorista da actualidade?


Resumo da história:

Como já referido na introdução, o filme conta como o processo de captura de Osama Bin Laden decorreu. Começa em 2011 aquando do ataque às torres gémeas. O filme vai contando passo a passo como se baseou o processo de captura de Osama, as técnicas de investigação, a forma como as pistas foram obtidas, como a decisão do capturar foi tomada.


Porque é que eu amei o filme?

Pela interpretação de Jessica Chastain (como Maya), pela montagem do filme, pelo suspense criado à volta do filme (que mesmo o espectador saiba o final do filme, não consegue de forma alguma tirar os olhos do ecrã). É pela voz, (quase) obsessão e competência de Maya que o espectador vai descobrindo como tudo se passa. É ela que vai contando a história ao público, ela encarna todas as emoções, que possam eventualmente, ser sentidas pelo público com um brilhantismo, que poucas actrizes conseguem fazer. Ao contrário do que se possa pensar foi uma mulher que conseguiu descobrir a localização de Bin Laden. A montagem do filme está perfeita, não há uma cena que esteja a mais ou a menos. Claro que para o sucesso da montagem, contribuiu bastante o suspense da história. Existem outros actores que também têm interpretações boas ou razoáveis, depende do ponto de vista de cada um, mas nada que se destaque tanto como a interpretação de Jessica Chastain.


Vale menu pipocas + bebida?

Se existe algum filme em que vale a pena comprar este menu é neste filme.


Companhia?

Alguém que adore um bom suspense, um filme protagonizado por um belo leque de actores e principalmente agluém verdadeiramente ansioso por ver um dos verdadeiros candidatos ao Óscar de melhor filme.


Citações

 

 

 

Prémios Ganhos na gala dos Globos de Ouro

1. Melhor Actriz Principal na categoria de filme dramático- Jessica Chastain


Nomeações para os Óscares

1. Melhor Filme

2.Melhor Actriz Secundária (Jessica Chastain)

3. Melhor Montagem

4.Melhor Montagem de Som

5. Melhor Argumento Original

 

 

Espero que gostem da rubrica e que vos dê vontade de ir ver o filme, não se vão arrepender. ;)

 

xoxo

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 21:27

Saw it and loved it - Argo

por Menina ImPerfeita, Quinta-feira, 24.01.13

Bom dia a todos :)

 

Desculpem a ausência, mas os últimos dias têm sido um pouco complicados. (temporal, um pedido de tradução de uma amiga, cansaço, the usual :P) Como já se aperceberam, optei por ver o filme Argo. Adorei, como também já perceberam pelo título. Argo é um filme que se baseia numa história verídica, cuja só foi divulgada há poucos anos, por causa do seu estatuto de confidencialidade. Não apanharam, garanto-vos que não foram os únicos, mas eu explico. O tema do filme relata a missão de um agente secreto dos EUA que viaja para o Irão para tentar salvar um grupo de cidadãos dos EUA da ira popular.

 

Resumo da história:

Este filme passa-se nos finais dos anos 70, numa época em que os EUA e a Inglaterra ajudam a derrubar o governo do Irão para colocar alguém outro governante (conhecido pela sua opulência e ditadura). Tudo isto é explicado, em mais detalhes, no início do filme. Com a invasão da embaixado do EUA, no Irão, um grupo de seis pessoas conseguem fugir. O filme relata os planos elaborados para a extração deste grupo de pessoas e a crise/tensão vivida por estrangeiros no Irão naquela época, como também a crise dos reféns que os iranianos tinham. Um cativeiro que durou mais de 400 dias.

 

Porque é que eu amei este filme?

Eu amei este filme por causa da forma como foi realizado. Acho que todas as pessoas a quem perguntarem, qual o melhor aspeto de Argo vão vos dizer a mesma coisa.Ben Affleck está fantástico como realizador, conseguiu realizar um filme em que o espectador quase não tem tempo para recuperar dos momentos de grande tensão (os momentos de calmia/comédia são poucos, mas essenciais para desanuviar da tensão e suspense do filme). Estes momentos comédia são, excelentemente, protagonizados por Alan Arkin e John Goodman. Não é possível dizer que Ben Affleck teve uma interpretação excelente, não teve, foi razoável, tal como foi razoável a interpretação do grupo de cidadãos fugidos à ira iraniana. Contudo, os aspetos positivos do filme não se resumem aos momentos de tensão, de comédia, nem à realização de Ben Affleck (que se julga que poderá surpreender bastante como realizador). A montagem dos filmes e a utilização de imagens passadas naquela época foram bem pensadas. Confere o grau de "baseado numa história verídica" que o espectador gosta de ver, ao longo do filme. Para concluir, explico que só foi possível realizar este filme agora porque até "recentemente" esta missão era confidencial. Só deixou de ter esse estatuto durante a presidência de Bill Clinton.

 

Sugestão de companhia?

Um amante de filmes de acção e com um coração forte para aguentar o suspense deste filme.

 

Vale menu pipocas+bebidas?

Vale :)

 

Citações: (atenção às pessoas que não viram este filme. Spoleir Alert!)

 

 

 

Nomeações dos Óscares

Tem 7 nomeações:

1.Melhor Filme

2.Melhor Ator Secundário (Alan Arkin)

3.Melhor Montagem

4.Melhor Banda Sonora

5.Melhor Montagem de Som

6.Melhor Mistura de Som

7.Melhor Argumento Adaptado

 

 

Prémios Ganhos na gala dos Globos de Ouro

Ganhou o de realizador e o de melhor filme, na categoria de drama.

 

Espero que tenham gostado da rúbrica e caso já o tenham visto, é favor de dar a vossa opinião :)

 

xoxo

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 10:14

Saw it and ? #Óscares

por Menina ImPerfeita, Quinta-feira, 17.01.13

Bom dia :)

 

Amanhã é dia de rúbrica Saw and ?.Tinha um filme já estipulado para ser o objeto da minha rúbrica de amanhã, mas mudei de ideias. Eu sou "louca" pelos óscares, gosto de acompanhar tudo o que está relacionado com esta cerimónia. Aliás, já acompanho há alguns anos a gala dos Globos de Ouro, visto serem muitas vezes uma premonição do que se passará nos Óscares (como também já aconteceu o contrário :P). E pensei porque não aliar a minha paixão pelos Óscares à rúbrica do Saw it and ?. E sim, é isso mesmo que amanhã (espero eu!, senão publicarei a rúbrica durante o fim-de-semana) vai acontecer.

 

Ainda estou indecisa qual será o sucessor dos  Les Misérables, se Django Unchained ou Argo. Amanhã saberão qual foi a minha escolha ;)

 

 

 

BTW, tenham um bom dia :)

xoxo

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 09:47

Saw it and Loved it - Les Misérables

por Menina ImPerfeita, Segunda-feira, 14.01.13

Bom dia a todos :)

 

(Vamos fingir que hoje é sexta-feira)

 

Hoje é dia de rubrica. Vi este filme em Espanha com o P. E agora vocês pensam, então tiveste que o ver em castelhano? Hmm, não.Vi-o em inglês. Felizmente não tiveram a infeliz ideia de dobrar as canções do filme :)

Este filme é um musical. Não vão ao cinema a pensar que é um filme semelhante ao do Moulin Rouge (que mais de metade do filme é composto por diálogos e que existem 5 canções, no máximo), não é. Para vocês terem noção,o filme dura cerca de 2h30, em que meia hora é de diálogos e duas horas são as cenas dos actores/actrizes a cantarem. Posto isto, não vão depois para lá com a ideia errada e não venham depois para aqui queixarem-se :P

Agora vou-vos contar um pouco da história que deu origem a este filme, para perceberem um pouco das críticas que andam a circular sobre o filme.

 

A história "Os Miseráveis" foi escrita pelo Victor Hugo, um escritor francês, no ano 1862. Esta história está dividida em 5 livros que contam as vidas de diferentes pessoas entre as duas guerras, a guerra do Waterloo e os motins de Junho de 1832, no século XIX.

1º livro é sobre Fantine; o 2º livro é sobre Cosette; o 3º livro é sobre Marius; o 4º sobre a utopia da rua Plumet e a epopeia da Rua Saint-Denis e o último é sobre Jean Valjean. Devido aos enormes detalhes do livro, o filme só contem algumas das passagens mais importantes dos 5 livros.

 

Assim sendo as personagens principais acabam por ser Jean Valjean (Hugh Jackman, um prisioneiro condenado pelo roubo de umpão e inúmeras tentativas de fuga e o herói do filme; Javert (Russell Crowe), um polícia que o persegue e consequentemente o seu inimigo; Fantine (Anne Hathaway), uma trabalhadora que faz de tudo para proteger a sua filha Cosette (Amanda Seyfried). Marius ( Eddie Redmayne) um jovem que se envolve nas causas sociais e acaba por se apaixonar por Cosette. Ainda vemos retratado a corrupção social bem personificado nas personagens da estalagem interpretadas por Sacha Baron Cohen e Helena Bonham Carter e ainda a filha deles, na idade adulta interpretada por Samantha Barks (que apaixonada por Marius acaba por participar no triângulo amoroso com Marius e Cosette).

 

Depois desta introdução das personagens, vamos lá ao que realmente interessa :) Peço desculpa por algum spoiler involuntário :P Desta vez, não vou fazer o resumo da história porque não o consigo fazer, sem entrar em pormenores :P

 

Porque é que eu amei?

Como já referi este filme é um musical e eu sou fã de musicais (bem conseguidos como foi o caso deste filme). Como também já referi antes, este filme é feito por cenas em que os actores/actrizes interpretam canções e expõem, a nu, os sentimentos das personagens. Este foi o que eu mais gostei do filme. Claro que as canções eram muito boas e muitos actores/actrizes, na minha opinião, surpreenderam pela positiva ao mostrar os dotes musicais. Contudo, era preciso mais. O espaço, a caracterização e o vestuário ajudaram a que o espectador se sentisse naquele ambiente, sem sequer sair do seu lugar.

Apesar de muitas distinções irem para a cena de Anne Hathaway (e não estou a dizer que não é merecida), as minhas cenas preferidas foram a da estalagem e as cenas em que as crianças cantavam (quase que me emocionei com elas). A cena da estalagem é interpretada por Sacha Baron Cohen e Helena Bonham Carter a cantarem e a dançarem, demonstrando como era a corrupção social e moral daquela época. Para mim, acabou por ser uma agradável surpresa ver o actor Sacha Baron Cohen. Só demonstra que é capaz de fazer muito mais do que sátira social. E não, na minha opinião não foi erro de casting (como muitos clamam que foi). As cenas das crianças, cada uma teve direito à sua cena, foram interpretadas por Dave Huttlestone (Gavrouche) e Isabelle Hellen (como a Cosette pequenina) e Natalya Angel Wallace (como a Éponine pequenina). (e sim, têm caras de anjinhas?

 

Para mim, este filme só tem um pequeno problema: poucos diálogos e não dá ao leitor a oportunidade de "descansar" depois de ver tanta "cantoria" e drama. Os poucos diálogos que existiram permitiram ao espectador descansar, mas não foram o suficiente. E mesmo eu gostando de musicais, até eu no final esperava ver um pouco mais de diálogos e não mais canções :s

 

Sugestão de Companhia?

 

Alguém que esteja mentalizado para as canções que vai ouvir e mesmo assim diga que valerá a pena ;)

 

Vale menu pipocas+bebida?

Vale, se bem que espero que não vos aconteça o mesmo que a mim. Eu a meio do filme esqueci-me das pipocas e nunca mais toquei nelas até ao final do filme, de tão entretida que estava a ver o filme :P

 

Avaliação do Imdb: 8.1/10

 

Citações: (Não carregar, senão viste ainda o filme = SPOILER'S ALERT!)

 

 


Prémios Ganhos

Ontem foi a cerimónia dos globos de ouro e este filme foi premiado com os seguintes prémios:

Melhor comédia/musical

Melhor ator principal na categoria de comédia/musical (Hugh Jackman)

Melhor atriz secundária na categoria de comédia/musical (Anne Hathaway)

 

Espero que gostem.

Quando forem ver o filme, não se esqueçam de deixar a vossa opinião nos comentários ;)

 

xoxo

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 10:44

Saw it and neither hated it, nor loved it - Crazy, Stupid Love

por Menina ImPerfeita, Sexta-feira, 30.11.12

Olá a todos :)

 

Hoje é dia de rubrica :) YEAHH!! vá, vá, vá, já chega de palmas e de gritos :P Hoje a rubrica é um filme para os fãs de cinema mais românticos, para aqueles que se emocionam com uma história de amor. Vou-vos confessar que não sou fã de comédias românticas (já não fazem o meu género, aliás acho que só fizeram quando eu era uma romântica lamechas :/, já não sou :P ). No entanto a pensar naqueles que são, na minha opinião, vou-vos aconselhar uma comédia romântica de qualidade com atores, mais uma vez na minha opinião, de qualidade. No elenco temos Steve Carell, Julianne Moore, Emma Stone, Kevin Bacon e por último Ryan Gosling (o qual eu pensava que não sabia representar, mas para além de charmoso, até nem é mau de todo).

 

Resumo da história:

 

Este filme tem como base a história de um casal que está casado há alguns anos e que de repente a esposa pede o divórcio. O marido sem saber como reagir a tal pedido, encontra a sua terapia junto de um galã que o ensina a redescobrir-se e principalmente, ensina-o a ser um autêntico galã. Todavia, também existem histórias mais pequenas que também merecem a devida atenção, como por exemplo a história do amante e da pessoa que está separada, a história da pessoa que se contenta com pouco e não arrisca, a história de um adolescente que está apaixonado pela primeira vez e insiste em afirmar que aquele amor será para sempre. Não referi as personagens que interpretam as histórias porque isso cabe a vocês descobrirem ;)

 

Porque é que é um "nim"?

 

Para já porque é uma comédia romântica, tem esse estereótipo. Verdade seja dita que tinha este filme há cerca de um ano no pc e não me dignava a ver por causa do rótulo. SHAME ON ME, I know. Contudo, é uma comédia romântica real, sem artíficios ficticíos que nós saberíamos que na vida real tal era impossível de acontecer. É uma história com um "verdadeiro" final feliz, em que nem tudo é perfeito, tudo não é um mar de rosas. Além disso, os actores foram bem escolhidos para cada papel, o que faz com que o espectador não pense noutro actor para aquele papel, que não este actor em particular. De sublinhar as interpretações de Steve Carell, Ryan Gosling, Emma Stone e Marisa Tomei (está simplesmente espectacular).

 

Sugestão de companhia?

Com o namorado, com o cobertor por cima, a lareira acesa e um belo balde de pipocas :)

 

Vale menu pipocas + bedida?

 

Só vale meio menu e se estiverem na disposição entre escolher um balde de pipocas ou a bebida :)

 

Avaliação do IMDb: 7.5/10

 

Citações:

 

"- I'm so mad at you. I'm really mad at you for what you did. But I'm mad at myself too. Because I should not have jumped out of that car - I should have fought for you. Because you fight for your soul mates.
-I miss you. "

 

"I will never stop trying. Because when you find the one... you never give up."


"-Are you the billionaire owner of Apple Computers?
-No.
-Oh, ok. In that case, you've got no right to wear New Balance sneakers, ever.

 

 

"-[after kissing him passionately] Do you remember me?
-[fazed by the kiss] Yeah.
-Do you still find me attractive?
-Yes.
-Do you still want to take me home?
-Yeah.
-Let's go."

 

"Will you take off your shirt... fuck! Seriously? It's like you're Photoshopped!"

 

"I have loved her even when I hated her... only married couples'll understand that one..."

 

"I have purchased a firearm."

 

Espero que depois de lerem a rúbrica que ganhem vontade de verem o filme. Qual era o próximo filme que gostariam de ver aqui? Deixem as vossas sugestões nos comentários ou no twitter em cima :)

 

xoxo

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 18:28

As fotos/vídeos são, na sua maioria, retirados da net. Caso esteja a utilizar alguma imagem ou vídeo , de forma indevida, peço que me contactem através deste mail (somosterriveis@sapo.pt) e será logo retirado. As minhas fotos estão identificadas. Está proibida a sua cópia sem o meu consentimento prévio. Os textos são todos da minha autoria, logo a sua reprodução está expressamente proibida, sem a minha permissão prévia. Cito textos de autores, os quais estão devidamente identificados. Contudo, caso os autores dos textos citados se sintam lesados por algum motivo, peço que me contactem através do mail (somosterriveis@sapo.pt) e eles serão retirados de imediato.


Comentários recentes

  • omeumaiorsonho

    ??????????

  • *Nightwish*

    Não sou grande fã da Pandora, confesso. Mas há uma...

  • *Nightwish*

    Ainda só li os dois primeiros do Robert Langdon do...

  • *Nightwish*

    Força miúda!! Voltei de propósito para te mandar f...

  • zootpum

    Bom ano!Os anos de transição são duros mas são ao ...