Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Mais sobre mim

foto do autor



calendário

Abril 2013

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D


RIP Margaret Thatcher

por Menina ImPerfeita, Segunda-feira, 08.04.13

Sempre admirei mulheres fortes, que lutavam contra tudo e todos, que se sobressaíam num mundo (ainda) dominado por homens. As homenagens que lhe fizerem ainda são poucas. Aqui deixo um artigo encontrado no Público online com algumas das suas citações mais famosas.

 

"

Na política

Quando era deputada da oposição, em 1969:
"Nenhuma mulher do meu tempo será primeira-ministra ou ministra dos Negócios Estrangeiros – nenhum dos cargos principais. De qualquer forma, não quereria ser primeira-ministra. Temos de nos entregar a 100% ao trabalho.”

Em 1979, o ano em chegou à chefia do Governo:
"Qualquer mulher que saiba como é difícil gerir uma casa percebe como seria problemático arruinar o país.”
"Não sou um político de concensos. Sou um político de convicções."

Em 1980:
“Gosto de uma boa discussão. Gosto de um bom debate. Não estou à espera que os outros fiquem sentados e a concordar com tudo o que digo – não é para isso que estão lá.”
“Não me preocupa que os meus ministros falem de mais, desde que façam o que lhes mando.”
"Se o Bom Samaritano só tivesse boas intenções, ninguém se lembrava dele. Ele também tinha dinheiro.”

Outubro de 1980, Congresso do Partido Conservador:
“Para os que estão à espera da frase favorita dos media, 'reviravolta', só tenho uma coisa a dizer. Damos a volta se quisermos. E esta senhora não faz reviravoltas.”

Questionado sobre os motivos políticos dos atentados do IRA:
"Um crime, é um crime, é um crime.”

Sobre Mikhail Gorbachev, em Dezembro de 1984:
"Podemos trabalhar juntos.”

Sobre a greve dos mineiros, 1984/1985:
“Nas Falklands tivemos de ir combater o inimigo lá fora, mas temos de ter sempre atenção ao inimigo cá dentro, esse é mais difícil de combater.”

Em 1987:
“Essa coisa da sociedade não existe. Existem homens e mulheres e as suas famílias.”

21 de Novembro de 1990, véspera de se demitir:
"Eu luto. Eu luto para ganhar.”

27 de Novembro de 1990, no último Conselho de Ministros:
"É engraçado este mundo velho.”

A Europa
Cimeira Europeia de Dublin, 1980:
"Quero o meu dinheiro de volta!"

1988:
“Não derrubámos as fronteiras do Estado britânico para ver a Europa reerguê-las a um novo nível, o nível europeu, com um super-estado europeu exercendo o seu domínio a partir de Bruxelas.”

A vida “civil”
Sobre os colegas ministros que a aconselharam a demitir-se:
“Foi uma traição com sorriso na boca. Isso terá sido o pior.”

Maio de 1991:
“Casa é o lugar para onde vamos quando não temos nada melhor.”


O que se disse sobre ela
“Esta mulher é teimosa, obstinada e perigosamente opinativa.”
Avaliação do departamento de recursos humanos de uma empresa a que Thatcher se candidatou em 1948.

“Dama de ferro.”
Frase usada pelo jornalista militar soviético Iuri Gavrilov para descrever Thatcher no jornal Estrela Vermelha de 24 de Janeiro de 1976.

“Homem forte do Reino Unido.”
Ronald Reagan, Presidente dos Estados Unidos da América.

“Tem olhos de Calígula e boca de Marilyn Monroe."
François Mitterrand, Presidente francês.

"Foi sempre uma mulher atraente. Não tinha apenas uma beleza de filme, sabia comportar-se como uma estrela de cinema quando lhe apetecia.”
Bernard Ingham, assessor de imprensa de Thatcher em Downing Street.

 

Fonte: link "

 

Outras notícias:

 

Reacções à morte de Thatcher(Sol)

 

Fotogaleria da vida da Dama de Ferro (expresso)

 

RIP Margaret Thatcher

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 19:29

Coisas que me tiram do sério #1 "ser comparado a Hitler"

por Menina ImPerfeita, Segunda-feira, 08.04.13

Olá a todos.

 

Uma das primeiras coisas que faço logo pela manhã é ver as notícias que aparecem no site da sapo (visto ser aí que tenho a minha conta mail e alojado o meu blog). Quando vi esta notícia pensei que fosse uma brincadeira atrasada do dia das mentiras (tipo de muito mau gosto e pensada por uma pessoa sem noção da realidade).

Sim, é isto que me tira do sério. É o uso da imagem de Hitler, a banalização do que foi o nazismo. Compararem o Hitler com Mourinho, não sei se é só ridículo, se é de uma estupidez infindável, se é o quê? Só sei que me apetece perguntar: a sério que quem fez este cartaz está a querer apoiar uma das piores pessoas da história do século XX com um treinador de futebol só porque ele faz aquilo para que lhe pagam: treinar (bem ou mal isso é subjectivo). Por piores os discursos arrogantes, os comportamentos que Mourinho possa ter tido, ele não merece ser comparado com uma pessoa que não teve qualquer problema moral em exterminar judeus (em todo o mundo) fora todas as pessoas que lhe faziam frente. A banalização do nazismo (como foi, na minha opinião, este caso) é muito perigosa. Isto é uma demonstração da falta de informações que as pessoas têm sobre o que se passou durante a II Guerra Mundial e o que levou a que isso acontecesse. Não comparem Mourinho a Hitler. Isso é uma ofensa a quem tenta todos os dias lutar contra este mal, que ainda reside nalgumas mentes no nosso mundo. Isto é uma ofensa a quem esteve nos campos de concentração, isto é uma ofensa imperdoável.
Aprendem história, para não se repetir os erros do passado!Quem fez isto, deveria ser proibido de entrar novamente num estádio de futebol e ser obrigado durante um tempo indeterminado a trabalhar num campo de concentração para ver o que Hitler mandou fazer, as atrocidades que ele exigiu a outros para fazerem em nome dele!
xoxo
P.s. Correcção feita às 19h20. Mais uma vez, obrigada ao The Great White pela chamada de atenção :)

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 10:42

Saw it and Loved it- Tropa de Elite

por Menina ImPerfeita, Sexta-feira, 05.04.13

Olá meus amores :)

 

As crónicas do Saw it and ? voltaram, após a ausência do mês de Março. Enquanto o P. esteve cá, e como amantes de cinema nós somos, vimos alguns filmes. Ele ficou chocado por eu ainda não ter visto a trilogia (boa, na sua opinião) da Guerra das Estrelas. Basicamente, ele escolheu a maior parte dos filmes que nós vimos (e só posso dizer que ainda bem!). O filme de que vos vou falar é o Tropa de Elite (um filme brasileiro). Este filme é um filme de acção com algumas cenas de violência, o nível de violência. O contexto é a situação das favelas relacionada com a corrupção da polícia militar, como também com a relação de uma polícia especializada (BOPE).

 

Resumo do filme:

Caio Nascimento (capitão do BOPE) para restaurar a ordem familiar, precisa de encontrar um substituto para o seu lugar, isto tudo antes da visita do Papa João Paulo II e enquanto lida com os criminosos da favela do Rio de Janeiro.

 

Porque é que eu amei o filme?

A montagem do filme prende o espectador até ao último segundo. O teleespectador não consegue desviar os olhos do écrã, visto o filme ser tão emocionante. O que o espectador vê sobre as favelas (são baseados em depoiementos reais), o que acaba por assustar um pouco. Contudo este filme não é só fantástico por causa disso. A voz-off do Wagner Moura (interpreta o Caio Nascimento) e a forma como como apresenta os dois lados da questão (e os pontos fracos, as ilusões conectadas em ambos) é excitante.Até a própria banda sonora está perfeita, as letras das músicas explicam os sentimentos dos dois lados, dos favelados e dos polícias não corruptos. Por causa deste filme, até fiquei viciada na banda sonora. Este filme marcou-me e acho que o vou rever brevemente. É um filme que têm de ver!

 

Sugestões de companhia:

Uma pessoa que adore filmes de acção. Uma boa sugestão para o domingo à tarde ;)

 

Avaliação do IMDb: 8.0/10

 

Curiosidade sobre o filme: O filme era suposto centrar-se nos dois candidatos ao lugar de Caio Nascimento. Contudo depois do realizador ver o filme e dar-se conta do carisma do acto Wagner Moura, decidiu reformular o filme focando-se na sua personagem (Caio Nascimento que a princípio só seria uma personagem secundária). A voz-off que ouvem no filme só foi gravada depois. (fonte)

 

 

 

Espero que vejam o filme e que gostem tanto quanto eu :)

Quem já viu, gostou, nem por isso ou odiou?

Opine nos comentários do post, ou no facebook do blog ou no twitter :)

 

Estou à vossa espera ;)

 

xoxo

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 19:27

Ai Relvas, Relvas...Então foste-te embora e não te despediste de nós?

por Menina ImPerfeita, Sexta-feira, 05.04.13

Olá a todos :)

 

Ontem, encontrei imensas piadas sobre a demissão do ex-ministro Relvas. O povo português tem muitas qualidades, uma delas é o humor negro. Como adoramos gozar com o mal dos outros ou mesmo com situações com as quais mais ninguém se atreveria a gozar. (Não me venham cá dizer que é mentira, vocês sabem muito bem que não é). 

Aqui fica somente algumas fotografias relacionadas com este assunto :)

 

(foto retirada do facebook Tugaleaks)
(foto retirada do facebook do Portuguese Sayings)
(foto retirada do facebook do Nilton)
(foto retirada do facebook da facebiblius)
E acrescento que a mim o que mais me mexe com o sistema, sendo estudante universitária, são pessoas como o Relvas que julgam que precisam do título de Dr. para serem alguém na vida. Que julgam que a experiência profissional é mais importante do que a formação de 3 ou 5 anos (seja ela antes ou após Bolonha). A formação é tão importante, como a experiência profissional. Elas devem-se complementar, não uma se sobrepor à outra. E nem vamos falar nas equivalências e no que elas se baseavam para serem consideradas como tal...Que tenha uma boa vida, longe de Portugal. Emigre! Pena que tenha demorado tanto tempo a demitir-se, mas o mais impressionante é a cara de pau que tem, mesmo quando faz o discurso de demissão. Ainda se acha...Continue a achar-se que vai lá ;)
xoxo

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 09:41

Só me apetece ouvir isto ... #2

por Menina ImPerfeita, Quinta-feira, 04.04.13

Bom dia meus amores :)

 

Ontem vi o 2 filme da Tropa de Elite e digamos que a banda sonora está awesome :) Aqui fica um cheirinho ;)

 

Gostaram?
xoxo

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 10:34

Conhecer um ídolo

por Menina ImPerfeita, Quarta-feira, 03.04.13

pode ser extremamente perigoso, pode acabar muito bem, como pode acabar por ser uma completa desilusão. Os nossos ídolos são humanos, como tal têm mudanças de humor, têm dias não e muitas vezes perdem a paciência com os fãs que têm. Por vezes, os fãs também são pouco compreensíveis e/ou não têm muito bom senso. A oportunidade de falar, de pedir um autográfo ao ídolo é uma oportunidade, por vezes, tão rara que um fã não, por vezes, mede o contexto em que encontra o ídolo. Dito isto, conheci um dos meus ídolos. É recente e descobri-o por acaso. Recentemente descobri o prazer (esquecido) que a leitura me dava. Ao calhas escolhi um livro de um autor. Até me lembro de pensar, senão gostar, entrego-te no dia seguinte. Comecei a ler no comboio e não consegui parar. Era um livro de intrigas, thriller, um bom thriller e diferente, sobretudo diferente. Intrigou-me ao ponto de querer saber o final, o mais depressa possível. Mas isso trazia um problema, aquele livro tinha sido requisitado na biblioteca e só havia aquele exemplar do autor, se eu continuasse a ler àquele ritmo, iria acabar de ler o livro num instante e depois não tinha mais nenhuma obra para saciar o meu desejo de ler. O que fazer? Olha continuei a ler, a minha curiosidade venceu-me. Adorei o final, as notas escritas pelo autor. Por causa dele até conseguir encontrar uma obra que me "agarrasse" tanto como aquela obra foi quase impossível, até ter encontrado em minha casa um livro de ficção pronto a ser lido ;) 

O autor, a quem me refiro, chama-se Luís Miguel Rocha e o livro que me intrigou até à última página foi O Último Papa(recomendo!). Fui à apresentação do último livro dele, A Filha do Papa. Não imaginam o quão "contente/cheia de adrenalina" eu fiquei quando soube que ia haver uma apresentação do novo livro dele na minha cidade. De impulso consumista, comprei os 3 livros dele e fui à apresentação do livro dele. A apresentação do autor ficou a cargo de Carlos Almeida. Uma apresentação tão bem feita que só me deixou mais curiosa para ouvir o escritor. Ouvi-lo foi tudo menos desapontante. Homem super inteligente, sabe do que fala, gosta de provocar o público com questões sobre a temática da religião procurando saber se os seus fãs sabem pequenas curiosidades sobre o tema. Foi provocador ao ponto de deixar uma questão no ar. Eu não sabia a resposta, mas o P. sabia. Só não lhe disse porque não sabia como dizer em português. E cá para nós, o autor também sabia. S+o quis provocar :P Bem, no final, ainda respondeu a algumas perguntas e autografou os livros que cada um tinha. Como nestas coisas, eu sou super tímida, só coloquei a minha questão quando ele estava a autografar. Fiquei boquiaberta quando me disse que

Foi super simpático e até me reconheceu porque eu lhe tinha dito no twitter que estava super curiosa por assistir à apresentação dele e ele lembrou-se do meu twit. Aqui fica a foto que tirei com ele (não está grande coisa porque o P. não sabia que era para pôr no fb/twitter/blog). Ah e teve paciência para me assinar os 3 livros :)

(Luís Miguel Rocha e Carlos Almeida)
(eu e o autor.)

 

Espero que tenham ficado curiosas e leiam os livros deste autor, vão gostar. ;)

 

 

xoxo

 

p.s. as fotos são minhas!

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 21:48

As fotos/vídeos são, na sua maioria, retirados da net. Caso esteja a utilizar alguma imagem ou vídeo , de forma indevida, peço que me contactem através deste mail (somosterriveis@sapo.pt) e será logo retirado. As minhas fotos estão identificadas. Está proibida a sua cópia sem o meu consentimento prévio. Os textos são todos da minha autoria, logo a sua reprodução está expressamente proibida, sem a minha permissão prévia. Cito textos de autores, os quais estão devidamente identificados. Contudo, caso os autores dos textos citados se sintam lesados por algum motivo, peço que me contactem através do mail (somosterriveis@sapo.pt) e eles serão retirados de imediato.


Comentários recentes

  • omeumaiorsonho

    ??????????

  • *Nightwish*

    Não sou grande fã da Pandora, confesso. Mas há uma...

  • *Nightwish*

    Ainda só li os dois primeiros do Robert Langdon do...

  • *Nightwish*

    Força miúda!! Voltei de propósito para te mandar f...

  • zootpum

    Bom ano!Os anos de transição são duros mas são ao ...





subscrever feeds



Pág. 2/2